Temas Livres:

ESTUDO ANATOMICO DOS SITIOS DE COMPRESSÃO DO NERVO INTERÓSSEO POSTERIOR

MARCUS VINÍCIUS FERNANDES DIAS; BRUNO DA FONSECA TEBALDI; FLAVIO REZENDE GOMES; GLAUBER QUEIROZ BOARETTO; JOSÉ SERGIO FRANCO; MARCOS BRITTO DA SILVA; RODRIGO MOTA PACHECO FERNANDES; MARCUS VINICIUS FERNANDES DIAS; ALEXANDRE RACHID DE SOUZA; MARCOS DE SOUZA BARBOSA RODRIGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO - RJ
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - NITEROI - RJ


Objetivo
ESTE TRABALHO TEM POR OBJETIVO ANALISAR MORFOMETRICAMENTE O NERVO INTERÓSSEO POSTERIOR (NIP) ESTUDANDO SEUS POSSÍVEIS SÍTIOS DE COMPRESSÃO DESCRITOS NA LITERATURA, ESTABELECENDO, TAMBÉM, A FREQüÊNCIA COM QUE MANTÉM RELAÇÕES ESTREITAS COM O NIP.


Material e Métodos
FORAM DISSECADOS 33 MEMBROS INFERIORES DE DIFERENTES CADÁVERES FORMOLIZADOS. O NERVO RADIAL FOI DISSECADO EM TODO SEU TRAJETO DESDE SUA PERFURAÇÃO NO SEPTO INTERMUSCULAR LATERAL. AS MEDIDAS TIVERAM COMO REFERÊNCIA À ARTICULAÇÃO RADIO-UMERAL E FORAM REALIZADAS COM PAQUÍMETRO DIGITAL. OS VALORES REPRESENTAM A MEDIA (MEDIDAS FEITAS POR 3 EXAMINADORES). OS DADOS FORAM ANALISADOS POR MEDIA E DESVIO PADRÃO.


Resultados
O NERVO RADIAL PERFURA O SEPTO INTERMUSCULAR LATERAL 10,35CM ACIMA DA ARTICULAÇÃO RADIO-UMERAL. SE DIVIDE EM SEUS RAMOS SUPERFICIAL E PROFUNDO A 1,49CM ACIMA DA ARTICULAÇÃO. O NIP ENTRA NO TÚNEL RADIAL (ARCADA DE FROHSE) A 2,3CM DA ARTICULAÇÃO, E EMERGE DO TÚNEL RADIAL PELA BORDA INFERIOR DO MÚSCULO SUPINADOR A 6,85CM DA ARTICULAÇÃO RADIO-UMERAL. NA ANÁLISE DOS SÍTIOS DE COMPRESSÃO DO NIP ENCONTROO-SE ARCADA DE FROHSE TENDINOSA EM 31 ESPÉCIES E MEMBRANOSA EM APENAS 2. EM 10 CASOS ENCONTRAMOS A ORIGEM DO SUPINADOR POR 1 CABEÇA E , EM 23 POR 2 CABEÇAS. A RELAÇÃO COM OS VASOS RECORRENTES RADIAIS FOI ENCONTRADA EM 100%. O MÚSCULO EXTENSOR RADIAL CURTO DO CARPO APRESENTA BORDA TENDINOSA EM 18 CASOS. A TERMINAÇÃO DO TÚNEL RADIAL APRESENTA-SE TENDINOSO EM 12 CASOS.


Conclusão
O NIP MANTEM RELAÇÕES CONSTANTES COM OS PONTOS ANATÔMICOS DE COMPRESSÃO. A PRESENÇA DA SEGUNDA CABEÇA DE ORIGEM DO SUPINADOR PODE ESTAR RELACIONADA A UM AUMENTO DE FREQüÊNCIA DA SÍNDROME COMPRESSIVA.

 

Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
www.sbot.org.br